O melasma é uma condição caracterizada pelo surgimento de manchas castanho escuras na pele, e afeta com maior frequência as mulheres pele morena.

O melasma é considerado uma condição multifatorial, e não há uma causa definida. A exposição solar é o principal fator desencadeante, tanto à radiação ultravioleta (UVA e UVB), quanto à luz visível. Além disso, outros fatores envolvidos são a gravidez, o uso de anticoncepcionais, reposição hormonal, predisposição genética, miscigenação racial, uso de alguns medicamentos, como antidepressivos, anticonvulsivantes e drogas fototóxicas, uso de cosméticos e fragrâncias irritativos, o stress e distúrbios da tireóide.

Até o momento, não existe a cura definitiva para o melasma. Entretanto, existem diversos tratamentos capazes de amenizar e clarear as manchas, além de prevenir que novas apareçam.

O tratamento inclui o uso de filtros solares físicos e químicos, clareadores tópicos e antioxidantes orais, que devem ser escolhidos de acordo com as características individuais da pele do paciente. Além disso, existem diversos procedimentos que podem ser indicados, como os peelings químicos, lasers de baixa energia, como o Spectra e MMP ou microagulhamento com drug delivery.

O ideal é que sempre seja realizado tratamento combinado e individualizado, com acompanhamento médico.

Procedimentos relacionados:
– Peeling
– MMP
– Microagulhamento